Canal Comunitário
Quinta, 20 de Junho de 2019
Ouvir Radio
busca
Buscar
Enviar este texto para um amigo          Imprimir este texto            Confira mais notícias relacionadas                         Mude o tamanho do texto Fonte 12 Fonte 14 Fonte 16
PMs de UPPs usarão armas não-letais e câmeras nas favelas
Em 10 dias, foram registrados 3 casos de desvio de conduta envolvendo PMs. Policiais terão cursos de realinhamento de conduta e seminário para a tropa
PMs de UPPs usarão armas não-letais e câmeras nas favelas

O comandante das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), coronel Robson Rodrigues da Silva, no Rio de Janeiro, anunciou, nesta quinta-feira (17), medidas para conter os desvios de conduta na corporação. Segundo ele, os PMs vão usar armas não-letais como spray de pimenta e pistolas de borracha. Além disso, as ações em eventos como festas serão filmadas.

Em dez dias, foram registrados três casos de desvio de conduta envolvendo PMs no Rio. De acordo com o coronel Rodrigues, os policiais militares terão cursos de realinhamento de conduta e um seminário para toda a tropa.

"O projeto é um projeto que lida com realidades novas e a gente não pode abafar este tipo de acontecimento, muito pelo contrário, é interessante que eles surjam - a gente lamenta o fato - mas é interessante que eles surjam porque a intenção nossa é de realinhar, de aprimorarmos cada vez mais", disse o coronel.

Na quarta-feira (16), um cabo da Polícia Militar foi preso em flagrante por agentes da Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (Deat) sob suspeita de extorquir um turista chileno e outro israelense que saíam da favela da Rocinha, na Zona Sul. Segundo a polícia, outros três PMs suspeitos que estavam com o policial já foram identificados.

Os turistas passaram quase três horas no 23º BPM (Leblon), na Zona Sul, nesta quinta. Eles analisaram álbuns de fotografias dos PMs que estavam de serviço na noite do crime. Segundo a polícia, eles reconheceram os outros três policiais que  também são suspeitos de exigir dinheiro para liberá-los. O Comando-Geral da Polícia Militar já pediu a Justiça a prisão dos PMs.

De acordo com a Polícia Civil, os dois turistas também vão ser indiciados por uso de entorpecentes. Segundo eles, o táxi em que estavam foi cercado por carros da polícia de onde saíram quatro policiais. Eles encontraram drogas com os estrangeiros e, para não levá-los à delegacia, exigiram dólares.

PMs teriam pedido US$ 5 mil

De acordo com a polícia, os turistas não tinham o dinheiro pedido: US$ 5 mil ou R$ 10 mil. Por isso, foi marcado um novo encontro, desta vez, no Mirando do Leblon, na Zona Sul da cidade, às 16h de quarta-feira (16). Só que os estrangeiros foram acompanhados de agentes da Polícia Civil e o PM que estava no local e na hora marcados foi preso em flagrante, com a droga dentro do carro dele.

“Ele foi autuado pelo crime de concussão e também pelo tráfico de entorpecentes porque ele tinha drogas dentro do seu carro e não era para consumo próprio”, explicou a delegada Renata Assis, da Delegacia de Atendimento ao Turista (Deat), que suspeita que o taxista que estava com os turistas tenha envolvimento com o caso.

Em nota oficial, a Polícia Militar informou que já determinou que a corregedoria apure o possível envolvimento dos policiais no caso. Se confirmado o crime, eles poderão ser expulsos da corporação. O PM preso negou as acusações. Os outros três ainda estão sendo procurados.

Outros casos
Na semana passada, um PM da UPP da Cidade de Deus, em Jacarepaguá, na Zona Oeste, foi flagrado por um fotógrafo morador da comunidade fazendo disparos para o alto. Segundo o fotógrafo, os outros policiais chegaram a tomar a sua câmera. Os PMs foram afastados. No Morro dos Macacos, no início desta semana, houve um conflito entre moradores e policiais.



Fonte: RJTV / Foto: Banco de Imagens
Enviar este texto para um amigo          Imprimir este texto            Confira mais notícias relacionadas                        
Faça seus comentários a respeito deste texto
Dê sua opinião
Não há Comentários publicados.

O mais autêntico Blog da Rocinha. Matérias dos tempos antigos e posts do primeiro site www.rocinha.org estão na área de Blog

© Copyright 2007-2015  ® Todos os direitos reservados