Canal Comunitário
Domingo, 24 de Setembro de 2017
Ouvir Radio
busca
Buscar
Enviar este texto para um amigo          Imprimir este texto            Confira mais notícias relacionadas                         Mude o tamanho do texto Fonte 12 Fonte 14 Fonte 16
E aí Cabral? E aí Gabeira? E a velha corrupção das polícias?
Corrupção policial: um tema fora dos programas de Sérgio Cabral Filho (PMDB) e Fernando Gabeira (PV) nas Eleições 2010
E aí Cabral? E aí Gabeira? E a velha corrupção das polícias?

Os programas de governo dos dois candidatos à frente das pesquisas eleitorais para o Palácio Guanabara  exibidos na internet não tocam numa questão crucial para a segurança pública: o combate à corrupção e o controle dos desvios de conduta dos policiais civis e militares. Só em resposta à revista "Veja Rio" desta semana, o governador Sérgio Cabral Filho (PMDB) e seu maior oponente, Fernando Gabeira (PV), falam numa frase como pretendem enfrentar o problema que tem sido apenas arranhado na atual gestão e cuja solução é vital para o sucesso de qualquer projeto na área de segurança pública.

Indagado sobre o que será feito para combater a corrupção na polícia, Cabral disse:

"Fortalecer ainda mais a corregedoria das Polícias Civil e Militar, como a Secretaria de Segurança Pública já vem fazendo, e tornar  o processo mais célere".

Gabeira disse:

"É preciso combinar duas medidas: retirar os elementos indesejáveis e proporcionar aos remanescentes melhores salários e condições de trabalho, além de plano assistencial extensivo à sua família".

Na mesma entrevista, tanto Cabral como Gabeira afirmam que vão estender o projeto das Unidades de Polícia Pacificadora às favelas da Rocinha e do Alemão - consideradas hoje fortalezas do tráfico no Rio.  Cabral acrescentou que pretende recuperar a Maré e comunidades da Baixada Fluminense. Gabeira ponderou apenas que sua grande crítica é de que o estado fez obras infraestruturais e sociais, em lugares aonde não levou as UPPs, e isso dissociou os dois componentes. O resultado foi que tanto na Rocinha quanto no Alemão o tráfico de drogas prosperou.

Gabeira acrescenta que "é preciso que as UPPs coexistam com o trabalho de inteligência, que muitas vezes resolve questões sem que seja necessário disparar um tiro." Cabral prometeu que seu eventual governo pacificará "todas as comunidades onde haja o controle de marginais. Não teremos mais domínio territorial armado, seja de traficantes, seja de milicianos." O governador deu inclusive prazo para cumprir a promessa: 2014.  Se for eleito, terá portanto quatro anos para acabar com o domínio territorial por grupos ilegalmente armados no Estado do Rio, formados por traficantes ou milícias. Os moradores dessas áreas devem estar contando as horas.

 Na internet, as propostas de Cabral para um segundo mandato têm apresentação mais organizada e podem ser vistas aqui. E as de Gabeira estão no site de campanha.



Fonte: Jorge Antonio Barros - Blog Repórter de Crime
Enviar este texto para um amigo          Imprimir este texto            Confira mais notícias relacionadas                        
Faça seus comentários a respeito deste texto
Dê sua opinião
Não há Comentários publicados.

O mais autêntico Blog da Rocinha. Matérias dos tempos antigos e posts do primeiro site www.rocinha.org estão na área de Blog

© Copyright 2007-2015  ® Todos os direitos reservados